quarta-feira, agosto 18, 2010

VOCÊ ESTACIONA SOBRE A CALÇADA?

Recebi um vídeo muito interessante por e-mail, que mostra a consequencia de se estacionar um carro sobre uma calçada (ou em uma vaga para deficiente).
Tentei adicioná-lo a postagem, mas por algum motivo o video não abriu e não consegui que o Firefox instalasse o plugin apropriado. Logo, terei que fazer uma descrição dele.
O vídeo mostra um rapaz cadeirante que não possui pernas andando pela rua quando de repente há um carro parado bem em cima da calçada por onde ele deveria passar. Ele se levanta da cadeira, apoiando no carro e na parede, com muita dificuldade, obviamente, e se posiciona sob o capô do carro. Fecha a cadeira de rodas, passa-a em frente ao carro, abre-a do outro lado e continua seu caminho. Ou seja, ele teve um trabalhão danado para continuar seu caminho por causa de um motorista que não respeita os outros. E se fosse alguém que não conseguisse sair de sua cadeira

Por isso que eu me revolto mesmo quando não posso estacionar em uma vaga para deficiente porque um folgado com preguiça de parar o caro longe a ocupou.

6 comentários:

Verangge Moises disse...

É isso ai Aninha, o vídeo é muito revoltante mesmo. Há um outro na internet que mostra uma moça cadeirante tentando subir a calçada, porque uma pessoa estacionou justamente na frente do rebaixamento. Triste. A gente fica na esperança de que este vídeos tragam um pouco de respeito as pessoas que fazem isso. Beijos

Dorinha Junqueira disse...

É mesmo revoltante. Porem não vejo mmotivo de vc parar em uma vaga de deficiente. A nossa deficiencia não pede uma vaga dessa, podemos mto bem parar em uma normal.
Enquanto paramos nas de deficientes,outros cadeirantes q pode ter o msm caso q vc relatou, tem a msm dificuldade..Acho q essas vagass são pra cadeirantes, ou pessoas q tem dificuldade em se locomoveer, q precisaam de espaço pra sair do carro..
nós não precisamos disso.

Bela disse...

Também fico indignada com essa falta de respeito e sensibilidade.
Deparo-me no meu dia a dia com bloqueio de rampas e estacionamentos indevidos.
Concordo com a Dorinha Junqueira: há de ter bom senso também por parte dos deficientes que não requeiram as vagas especiais.
Grande bj!
Bela

Borboleta Roxa disse...

Que bom que não precisa parar em vagas de deficiente, Dorinha. Mas não generalize. Ao contrário do que pensa, eu preciso de espaço para sair do meu carro, preciso abrir a porta toda. E também tenho dficuldade para me locomover. Pra quem mora em capital e trabalha em uma área super movimentada como eu, faz diferença parar em uma vaga deficiente e não chegar no trabalho com bolhas nos pés de tão longe o carro ficaria. Isso não existe no interior, não é mesmo?
Pense nsso antes de falar dos outros, principalmente quando as realidades são bem diferentes, ok? Eu estou simplesmente usufruindo de meu direito, no meu caso, mais que necessário, quem me conheçe sabe disso.

Borboleta Roxa disse...

Oi Bela,
Só complementando o assunto. Antigamente o procedimento era mais simples e pessoas que não precisavam conseguiam o selo para parar em vagas de deficiente. Mas posso dizer que, pelo menos aqui em Brasilia, nos últimos anos, a coisa mudou. Para conseguir o selo é necessário passar por uma pericia no DETRAN. Nela, além de levar um laudo comprovando que é deficiente, o médico precisa comprovar ao vivo que você possui dificuldade de locomoção, o que no meu caso foi bem fácil. Ou seja, hoje em dia o selo só é dado para quem realmente precisa.

Bela disse...

Diante do reduzido número das vagas especias, o bom senso seria não pleitear o direito às vagas especiais sem haver uma efetiva necessidade por parte do deficiente.
Anníssima,
Bom saber que a perícia no Detran local é eficaz e tomara seu quadro médicos peritos continue íntegro.
Mas temos os Detrans do resto do Brasil afora!Conheço casos de favorecimento desnecessário no Rio e em C Grande e fico chateada.Penso também nos obesos que também precisam da abertura total da porta para sair e entrar nos carros e, como não são catalogados como deficientes,não são beneficiados. Bjks!