quinta-feira, janeiro 29, 2009

REÚSO OU REUSO???

Outro dia 2 colegas de trab conversavam sobre redações de concurso e um deles disse que foi reprovado porque, além de não dominar o assunto, cometeu o erro de deixar de acentar a palavra "reúso" por uma vez em toda a redação, em que ele havia a palavra muitas outras vezes corretamente, o que causou uam perda de pontos desnecessária.

Confesso que eu nem sabia que "reúso" tem acento. Fui pesquisar na net e achei o seguinte:

"Vale lembrar que essa palavra - reúso - até 1998 não constava na nossa língua portuguesa e até então era traduzida literalmente do inglês e escrita de duas formas re-uso ou reuso. A grafia certa é reúso, do verbo "reusar" (ABL, 1998), a palavra reúso deve ser acentuada por ser um hiato."

Fonte: www.cepis.org.pe/bvsaidis/aresidua/brasil/ii-081.pdf

Especulava-se que com a reforma ortográfica, o acento teria desaparecido. mas na verdade não ocorreu, como pode ser visto em http://www.atica.com.br/novaortografia/index_.htm

O interessante é que, numa primeira leitura desatenta, pode-se tre a impressão de que "reúso" não possui mais acento, mas o acento só desapareceu em palavras que possuem 'i' ou 'u' como parte de um hiato se for precedido de um ditongo (ou seja, precisa-se de 3 vogais juntas), como, por ex., em "feiura" (fei-u-ra), que pela regra nova, não possui mais acento no 'u'.

3 comentários:

Marcelo disse...

Obrigado! Seu blog me ajudou a tirar uma dúvida que estava me consumindo aqui, rs...

O link para o manual da nova ortografia também foi um excelente achado!!!

Abraços e novamente obrigado! =)

Borboleta Roxa disse...

Marcelo, que bom que meu blog foi útil para você.
Um abraço.

Rafael PaES disse...

Opa! Ajudou-me também.
Foi o único local, incluindo dicionários on line e tudo o mais, que enconrei uma discussão lexicográfica - n sei se é isso que eu quis dizer - sobre reúso ou reuso.
E olha que já procurei, hein...
O segredo, então, é o ditongo. Haeuheah! Quem diria.
Realmente, qdo li a nova norma, achei que perderia o acento. Mas vc me alertou justamente no ponto em que eu estava em dúvida.
Acho que engenheiros sanitaristas utilizam mais a palavra do que letristas, por exemplo. E isso é um problema p/ nós. =P