quinta-feira, fevereiro 12, 2009

CRESCIMENTO PESSOAL - “O SEGREDO” E "O CÓDIGO DA INTELIGÊNCIA"

No final de setembro, enquanto minha mãe viajava, eu tava meio de bobeira do fds e resolvi assistir o filme “O Segredo”. Meu ex-namorado havia me dado o DVD de Dia dos Namorados, mas eu queria assistir com ele e fiquei enrolando. O namoro acabou e tava lá o filme sem ser visto.

Mas foi bom eu ter visto o filme naquela época, pq eu tava começando a renovar minha vida, meus objetivos. O filme ajudou a me dar uma força pra eu conseguir isso.

Eu classificaria este filme como um “documentário de auto-ajuda, baseado num livro de auto-ajuda”. Muitas das coisas ditas foram coisas que aprendi pela vida afora com outras palavras, e relembrei algumas coisas, que estavam conexas e eu nunca havia me tocado.
Aprendi algumas coisas novas também, principalmente em termos de metodologia para se conseguir o que deseja e em como “afugentar” os pensamentos negativos sobre alguma coisa que nos causa problemas para reverter a situação. Eu considero um filme que vale a pena ser visto, para quem gosta de auto-ajuda, claro. Não sei dizer se é melhor ou pior que o livro, já que não o li.
No final de novembro, procurando um presente de aniversário para uma amiga, acabei comprando o livro "O Código da Inteligência" do Augusto Cury, que havia acabado de ser lançado. Já tinha lido um outro livro dele (infelizmente não lembro o nome) que eu achei muito teórico e redundante, deixando a desejar no aspecto prático. Esse não, é bem prático, cheio de exemplos e técnicas para desenvolver a criatividade, melhorar a saúde psíquica, em suma, expandir a inteligência em seus mais variados aspectos.

Aplicando o que aprendi com o filme e o livro citados na postagem acima, eu resolvi colocar algumas coisinhas em prática e determinei algumas metas até o fim do ano. Não consegui ainda tudo que planejei, mas se não consegui é pq não dependia só de mim, mas muitas coisas boas já aconteceram ou estão a caminho! Um exemplo foi o meu querido e tão sonhado novo emprego. Outro exemplo é eu estar chegando ao meu peso ideal. Outra é, apesar de algumas partes do meu corpo não estarem muito boas, outras estão espetacularmente boas por vários dias, como nunca estiveram nos útlimos tempos. Tudo isso são pequenas vitórias, pequenos degraus galgados na minha existência. Ainda há muito mais coisa boa a caminho, que vcs saberão por meio deste blog em breve.

2 comentários:

Kely com um ele disse...

Que bonitinho ver você colocando teorias em prática! Agindo como uma filósofa, como um Ser humano! Beijos querida!

Borboleta Roxa disse...

Só faltou o apertão virtual na minha bochecha pro seu coment ficar totalmente cuti-cuti... hihihi
Beijoca!